A mentora de empreendedoras Francis Garcia é nossa convidada para contar um pouco da sua trajetória, de CLT para empreendedora, aqui na Flor de Ameixa.

Aliás, se você acompanha nosso blog já deve ter visto algumas entrevistas que fizemos com a mentora de empreendedoras. Se não, pode conferir todas as matérias aqui!

Francis sempre amou estudar sobre desenvolvimento pessoal e adorava desenvolver metodologias para capacitar as equipes de vendas nas empresas onde trabalhou. 

Embora bem sucedida, não se sentia completa em sua carreira profissional. Então, ela começou a estudar as possibilidades e encontrou seu caminho ajudando mulheres que querem sair do CLT e ser uma empreendedora.

“Atender mulheres é algo relacionado ao meu propósito de vida, faço isso com muito amor”. 

Vamos juntas conhecer a história da Francis?

coluna-mulheres-que-inspiram-flor-de-ameixa-moda

Mentora de carreira: Como tudo começou…

Francis Garcia conta que sua carreira começou na área de Recursos Humanos em grandes multinacionais, onde ministrou treinamentos por toda América Latina.

“Depois que fiz algumas mudanças de empresa e de cidade, comecei a entender que a vida que estava levando. Por mais que eu amasse o que estava fazendo, não era o que eu exatamente queria fazer”.

A mentora de empreendedoras teve a oportunidade de fazer um curso de Administração, em São Francisco, nos Estados Unidos. Com isso, em meio aos estudos e a viagem, diversas  reflexões sobre a carreira começaram a surgir. 

Ainda sem muita coragem, ao retornar ao Brasil, voltou a trabalhar no mundo corporativo. “Nessa empresa passei por uma liderança totalmente abusiva e desrespeitosa Então, que comecei a refletir novamente na vida que queria ter. Foi nesse momento que conheci a metodologia coach e onde me apaixonei profundamente”.

Logo depois, com a formação em coach, Francis teve a certeza de que não queria mais trabalhar onde estava. Então, começou a ter clareza do que mais queria: ajudar as pessoas em suas vidas. 

Mesmo sem saber exatamente qual nicho iria trabalhar ou se seria empreendedora, Francis começou a fazer diversos cursos de psicologia positiva, PNL, mentorias de carreira e marketing digital.

Maternidade e mentoria de carreira

Quando decidiu engravidar, que seria mãe, foi o momento em que definitivamente Francis precisou decidir o que realmente gostaria de fazer. 

Entre as conversas que teve com seu marido, ele a encorajou e a fez acreditar que poderia ser dona da própria carreira. “Essa conversa certamente foi o marco decisivo para me sentir confiante para pedir demissão da empresa que estava trabalhando”.

Logo, começou a colocar o seu plano em ação para a transição de carreira. “Por uma questão estratégica comecei a fazer meus atendimentos de forma paralela, sai do trabalho e chegava em casa para fazer alguns atendimentos”

Esse momento foi extremamente desafiador, porém foi onde Francis percebeu que realmente estava no caminho certo, que gostava de atender pessoas com a sua mentoria. 

Quais desafios você encontrou para se posicionar no mercado?

A mentora de empreendedoras relata que no período de gestação escutou frases como: “Quando você voltar da licença maternidade, você vai deixar sua filha na creche ou com babá?”, “Nossa você tem MBA, fala inglês e espanhol um ótimo currículo e agora você SÓ vai trocar fralda?”, “Não dou nem um mês para ver você mandando currículo novamente”. Afinal, muitos consideravam uma decisão maluca. 

Embora tenha ouvido esses comentários de pessoas próximas, Francis sempre dizia a si mesma: “Francis, essas frases serão a sua força para você nunca desistir, essas mulheres não sabem o que é viver plenamente uma maternidade como você quer viver”.

A mentora estava convicta que deixaria a vida de CLT para acompanhar o desenvolvimento de sua filha. Afinal, é um momento único na vida de uma mulher. “Entendo que para algumas mães essas duas opções atendem perfeitamente o tipo de maternidade e vida que elas querem ter. Mas para mim , tive que criar uma terceira opção que foi:  Ser empreendedora com atendimento on-line para poder ficar com minha filha em casa”.

Inspiração para continuar….

Com o plano da transição de carreira preparado, durante a gravidez, realizava os atendimentos de mentoria quando chegava do trabalho. Pois, sua jornada de empreendedora começou em paralelo com a atividade no CLT. 

“Foi muito cansativo, tinha noites que ficava estudando e concluindo relatórios de atendimento, alguns finais de semana estava o dia todo dentro de uma sala de treinamento para concluir algumas certificações, mas ainda assim minha força vinha quando olhava para minha barriga e sentia a Bella (minha bebê) crescendo”.

Quais os serviços você entrega atualmente?

Mentora de empreendedoras é o seu serviço principal, onde produz um planejamento estratégico para as pessoas que querem sair do CLT e virar empreendedora. 

Ainda mais, Francis também apresenta serviços focados para quem deseja procurar emprego com análise de currículo e LinkedIn. Além disso,  ela faz análise de sabotadores – para pessoas que não conseguem parar de se criticar – e Análise de Perfil comportamental. 

“Nos meus atendimentos a satisfação dos meus clientes é sempre muito importante para meu trabalho. Praticamente todas minhas clientes quando terminam um processo de mentoria se tornam grandes amigas e criam outros objetivos para fazer outro processo de mentoria”.

O maior benefício que a empresa oferece é o over-delivery, ou seja, a mentora  entrega além do que foi contratado. Com seu olhar meticuloso para cada pessoa, ela enxerga além do que sua cliente está buscando, que têm outras necessidades ativas em seu coração.

“Sempre entrego uma sessão bônus. Além disso, deixo elas sempre na lista VIP para todos os meus lançamentos de e-book ou desafios pelo WhatsApp”.

Um pouco sobre Francis

A rotina de Francis é adaptada às necessidades de sua filha de um pouco mais de 1 ano. No começo a mentora estudava e treinava enquanto sua filha dormia,mas com o crescimento da pequena precisou ajustar seus horários. 

Por exemplo, alguns dias não conseguia treinar, outros tinha somente 15 minutos e nesses 15 minutos dava o meu melhor para fazer render bem esse tempinho. Também tinha consciência que minha alimentação representa 75% do meu resultado físico, consegui voltar ao meu peso com 9 meses após o parto”.

Hoje com a pandemia, Francis não deixa de se cuidar e realiza exercícios em casa e tem uma meta de atividades por semana.

coluna-mulheres-que-inspiram-flor-de-ameixa-moda-fitness

Leia também:

Marsalla Closet: Loja exclusiva com peças em tricot
Artista plástica Fernanda Cristina inspira mulheres com sua arte
Be Woman: um negócio social com a missão de transformar vidas

Você também pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *