Oi meninas, você já ouviu falar de Mindfulness? Talvez, tenha ouvido com um outro nome como “atenção plena”. E agora, descobriu o assunto de hoje aqui no blog? 

Vamos dividir com vocês, o que é mindfulness e seus benefícios para a vida profissional e pessoal. Além disso, contaremos tudo o que a Renata Rivetti, fundadora e Diretora da Reconnect – Happiness At Work, relatou como o método também pode trazer benefícios para o mundo corporativo. 

Vem se inspirar a colocar um tempinho na sua agenda para essa prática que tem conquistado muitas pessoas que buscam qualidade de vida.

Mindfulness: O que é e os benefícios?

Mindfulness ou atenção plena é uma prática de estar no momento presente. O que isso quer dizer? Significa alcançar um estado mental focado no agora, com o objetivo de perceber seus sentimentos, pensamentos e sensações corporais que as atividades ao longo do dia proporciona.

Podemos dizer que é aquele momento do dia em que o celular fica de lado e você presta atenção somente na atividade que está executando. Como exemplo, na hora do almoço, geralmente, estamos vendo TV ou olhando para o celular, nem nos damos conta dos sabores, gosto da comida, pois nossa atenção está na telinha. 

Quando praticamos o mindfulness, passamos a saborear os alimentos descobrindo sua textura, sabores e até o cheirinho da comida. Dessa forma, estamos focado naquele momento, na atividade que estamos exercendo. 

Para isso acontecer, você precisa deixar de lado as distrações ao redor e pensamentos externos. Com isso, você passa a sentir e viver a situação presente de maneira mais focada e intensa. Mas, como todo exercício é necessário dedicação para alcançar bons resultados. 

Então, se você quiser aplicar as técnicas de mindfulness no dia cotidiano, saiba que vai precisar de treino para conectar a ação e pensamento, pois é isso que a atenção plena propõe.

E os benefícios que proporciona? 

Separamos 7 benefícios do mindfulness pode te proporcionar: 

  1. Autoconhecimento
  2. Concentração 
  3. Controle do estresse e ansiedade
  4. Relaxamento do corpo e da mente
  5. Gerenciamento e melhor controle das emoções
  6. Melhora na capacidade de memorizar 
  7. Estimula a criatividade

Esses são apenas alguns benefícios que a atenção plena pode trazer para o dia a dia de quem a pratica. Além disso, as melhorias apontadas podem ser vistas na vida pessoal e na profissional. 

Um pouco da experiência da Fundadora e Diretora da Reconnect

Sabemos o que é mindfulness e os benefícios que ele proporciona para nossa qualidade de vida, vamos conhecer a experiência da Renata Rivetti. Confira abaixo:

“Comecei a praticar meditação há 12 anos por uma busca pessoal, pois acredito que estou aqui para melhorar não só a mim, mas também o mundo em que vivo. E foi pelo caminho do autoconhecimento que comecei a meditar”, conta Renata.

“Me formei em administração pela FGV-EAESP e trabalhei muitos anos com marketing, lidando diariamente com estresse e ansiedade. Foi então que decidi começar a praticar as técnicas de mindfulness e percebi que todos nós podemos e devemos meditar. Após todos esses anos de prática me sinto muito mais tranquila, segura, confiante, otimista, resiliente e, por isso, garanto que a meditação pode ajudar no dia a dia de qualquer pessoa”, conclui.

Após mais de dez anos de prática Renata Rivetti também decidiu repassar os ensinamentos sobre o exercício do mindfulness. Dessa forma, a Reconnect oferece um programa de oito semanas que pode ser feito por profissionais de quaisquer setores ou mesmo por empresas que queiram oferecer bem-estar aos seus colaboradores. 

“As práticas de atenção plena trazem diversos benefícios para profissionais de quaisquer áreas: mais foco, atenção, aumento de produtividade, tomada de decisão, redução de acidentes, menos estresse e mais alegria”, comenta Renata.

“E por isso afirmo que a técnica é tão benéfica para o momento de incerteza e insegurança que estamos vivendo, já que os profissionais aprenderão a tomar decisões com mais consciência, confiança e calma. Já as empresas terão colaboradores trabalhando mais felizes, tranquilos e muito mais produtivos”, conclui a especialista, Fundadora e Diretora da Reconnect, Renata Rivetti.

O programa já está com inscrições abertas. Se ficou curiosa e quer saber mais informações, entre no site e conheça mais sobre a empresa.  

mindfulness-no-trabalho-2
Imagem: Freepik

Mindfulness no trabalho: como praticar?

Além do programa da Reconnect, você pode começar a praticar a atenção plena com técnicas simples. Listamos algumas para você:

Vida pessoal X Vida profissional – parece difícil separar os dois, afinal, nós temos uma vida em casa que, muitas vezes, interfere no trabalho.  No entanto, é muito importante manter o foco no momento presente, ou seja, durante o seu expediente mantenha os problemas de casa o mais distantes possíveis. 

Respiração é a chave de tudo – reserve 5 minutos antes de cada atividade e respire bem fundo. Isso vai te ajudar a manter a calma e a concentração. 

Distrações bem longe – isso mesmo! Verifique quais são as suas distrações, pode ser o celular, as redes sociais ou joguinhos, tudo o que tire o seu foco. Mantenha as notificações desativadas durante as suas tarefas para que possa ter uma atenção maior no que está realizando. 

Pausas estratégicas para recarregar as energias – depois de concluir uma tarefa, levante da mesa e faça uma pausa de 5 ou 10 minutos. Aproveite esse tempo para alongar um pouco, deixar o corpo relaxado. Evite ficar no celular nesse período, pois a mente também precisa descansar para retomar ao trabalho. 

Mas é importante ressaltar que a meditação é um treino, precisa de dedicação e um lugar tranquilo. Além disso, para resultados mais assertivos, procure um profissional que poderá te instruir da maneira correta. 

Curiosidades sobre Mindfulness

Os benefícios da técnica também foram comprovados cientificamente. Sara Lazar – neurocientista do Massachusetts General Hospital e Harvard Medical School – foi uma das primeiras cientistas a analisar os efeitos da meditação no cérebro e as suas descobertas são surpreendentes. Sara descobriu que a meditação pode literalmente mudar o cérebro.

Após oito semanas de práticas de atenção plena com um grupo de pessoas que nunca haviam meditado, foram encontradas diferenças no volume cerebral em cinco regiões específicas do cérebro de cada participante. 

As cinco regiões auxiliam ou regulam justamente aspectos, como: divagações mentais, autorrelevância, aprendizagem, memória, emoções, tomada de perspectiva, empatia, compaixão, ansiedade, medo e estresse.

Gostaram da dicas ameixinhas? Conta aqui pra gente se você prática mindfulness!

Informações à imprensa – Tabatha Antonaglia  tabatha_antonaglia@yahoo.com.br

Você também pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *