Marmita fitness é ótima pela praticidade que oferece para as mulheres com a agenda cheias de compromissos. Esse não é o único motivo para que invistam seu tempo em preparar os alimentos e deixar tudo em potinhos. 

Cada vez mais preocupadas com a alimentação saudável, as mulheres optam pela marmita fitness para escapar do fast food e seus cardápios cheios de tentações. 

Para fugir desse pensamento e manter o foco na alimentação saudável, convidamos a nutricionista Adriana Pantaleão para trazer dicas valiosas de como montar marmita fitness sem enjoar do menu todos os dias! 

Vem conferir essa matéria que está incrível.

Imagem: Freepik

Marmita fitness: primeiros passos!

Quais são os melhores alimentos que devo colocar? Será que esse é saudável? E agora, como conservar? Essas podem ser algumas dúvidas na hora de montar sua marmita fitness. 

E antes de colocar tudo nos potinhos, o primeiro passo é entender qual é o seu objetivo, isso quer dizer, você gostaria de manter o peso, emagrecer ou fazer uma reeducação alimentar? Tendo isso em mente, busque uma nutricionista para te orientar quais são os alimentos que não podem ficar de lado para que alcance o seu objetivo.

Porém, sabemos que existem alimentos que estão no topo da lista de uma boa alimentação e que precisam ficar na listinha de supermercado. Entre eles podemos mencionar: 

Legumes e Verduras

Ricos em diversos nutrientes, legumes e verduras apresentam inúmeros benefícios para o organismo, evitando doenças cardiovasculares, ação antioxidante e ajudam a fortalecer os ossos. Mas isso você já sabia, né? 

Verduras são aquelas que apresentam folhas e flores, em geral, são consumidas cruas como, a alface, agrião, ou refogada, como a couve. Opções excelente para preparar saladas que já devoramos com os olhos com seu verde atraente. 

Vale ressaltar que as folhas possuem quantidade menor de calorias e carboidratos e auxiliam para dar saciedade, além de serem bem fáceis de preparar.

Já os legumes podem ser cultivados embaixo da terra ou em cima como: beterraba, cenoura, berinjela, chuchu, abobrinha, couve-flor são os mais comuns nas refeições e deixam a marmita fitness deliciosa. 

E as proteínas?

De origem animal ou vegetal, as proteínas têm sua parcela para compor sua marmita fitness. Podemos citar a carne bovina, frango, ovo, peixe, feijão, soja, grão-de-bico. 

Entre as funções das proteínas estão a manutenção da composição de unhas, cabelo e dentes. Além disso, quando o corpo esgota seu estoque de carboidratos e gorduras, as proteínas são fonte de energia. 

Carboidratos

Fonte de energia, os carboidratos são essenciais em uma alimentação saudável, logo, não podem ficar de fora da marmita fitness. 

Aqui, precisamos ficar atentas em dois tipos de carboidratos: bons e ruins. De acordo com o site Minuto Saudável ao ingerir um carboidrato ruim a tendência é que ele seja degradado e chegue rapidamente à corrente sanguínea, elevando o nível da glicemia. 

O site também lista os alimentos com carboidratos bons e ruins. Confira:

Fonte: Site Minuto Saudável

Existe uma regrinha que pode te ajudar para  compor ½ parte do prato com verduras e legumes, ¼ de proteínas vegetais ou animais. E por fim, ¼ de carboidrato, dessa forma, temos uma refeição equilibrada. 

Sabendo dessas informações, chega a hora de preparar as refeições para cada dia. Veja essas dicas para montar sua quentinha para a semana toda.

<a href='https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/fundo'>Fundo foto criado por freepik - br.freepik.com</a>
Imagem: Freepik

Marmita fitness: Monte a sua com essas dicas práticas

Com o seu objetivo em mente e sabendo os alimentos que não podem ficar de lado para deixar tudo bem saboroso e preservando os nutrientes de cada refeição, alguns cuidados precisam ser levados em consideração para congelar as marmitas.

A nutricionista Adriana Pantelão pontua que vegetais folhosos têm muita água e, por isso, murcham e perdem o sabor quando congelados. Então, o ideal é preparar o potinho da salada no dia para manter o seu sabor e frescor. 

“Os ovos cozidos e omelete perdem a textura e ficam borrachudos. A boa notícia é que dá para congelar o ovo cru. Queijos do tipo ricota e minas talham e ficam rançosos quando vão para o congelador. As carnes fritas ou empanadas que não são ideias também pensando em alimentação saudável,  o ideal é que elas sejam congeladas cruas, assadas ou cozidas”.

E os cuidados com o preparo dos alimentos?

Os cuidados com o preparo dos alimentos precisam ser levados em consideração. “A preservação das propriedades nutricionais vai depender, principalmente, da forma como esses alimentos são preparados, resfriados e armazenados. Hoje há métodos bastante eficazes, como o ultracongelamento, que garante a qualidade do produto a ser consumido”, enfatiza a Adriana.

Semana toda de marmita pode trazer aquela ideia de que irá comer sempre a mesma coisa todos os dias. Porém, não precisa ser assim! 

Ao contrário, para montar sua marmita  sem enjoar, Adriana Pantelão indica organizar o cardápio da semana em uma folha, caderno, bloco de notas do celular ou algum aplicativo, distribuindo o número de refeições ao longo dos dias da semana. 

“Para começar, considere quantas pessoas vão consumir as refeições e as quantidades para cada um. Se tiver um cardápio exclusivo elaborado por uma nutricionista, melhor, pois facilitará o processo, já que nele você terá as quantidades exatas” pontua.

Isso pode te ajudar a montar a marmita fitness sem repetir as refeições e, se quiser, pode colocar etiquetas nos potes para saber qual dia pertence aquela marmita. Sem contar, o tempo que você irá ganhar deixando tudo pronto em um só dia para a semana toda.

Se você é quem prepara sua própria comida, confira 5 dicas de alimentação para uma vida mais leve

Conservar corretamente a Marmitas fitness  

<a href='https://br.freepik.com/fotos-vetores-gratis/alimento'>Alimento foto criado por freepik - br.freepik.com</a>
Imagem: Freepik

A nutricionista Adriana Pantelão lista cuidados essenciais para conservar as marmitas fitness corretamente: 

  1. Primeiro é preciso escolher os recipientes certos e armazenar os alimentos de forma adequada, não só para manter o sabor do prato quanto para preservar os nutrientes.
  • O ideal é que a comida fique sempre gelada. Se não tiver uma frasqueira térmica, experimente colocar uma bolsa de gel ou garrafinha com água congelada dentro, mantendo o interior resfriado.
  • Produtos perecíveis não devem ficar fora da geladeira por mais de três horas.

Além disso, ela indica que o tempo indicado para manter a marmita congelada, quando feita no processo correto seriam de: congelador (-10C ou mais frio): 60 dias e geladeira (+4C ou mais frio): 24 horas. 

Vale ressaltar que uma vez degelado, não deverá ser novamente congelado.

Gostaram das dicas Ameixinhas? Conte aqui pra gente se você costuma montar marmita fitness!

Nutricionista Adriana Pantaleão – CrnSP 44429

Você também pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *