Água e atividade física formam a dupla perfeita. Veja os benefícios da bebida que não ficar longe da rotina

Água e atividade física andam juntas lado a lado. Os benefícios dessa bebida são inúmeros, como limpeza de impurezas no organismo, aumento da produtividade e, claro, o desempenho em exercícios físicos. 

Para entender mais do H²O, conversamos com duas nutricionistas que nos apresentaram dicas preciosas para que você não saia de casa sem sua garrafa de água.

Benefícios da água para atividade física

De acordo com a nutricionista Flávia N. Bueno, o organismo de um adulto é composto em média de 70% de água. “Ela garante o equilíbrio intra e extracelular e, assim, a vitalidade e funcionalidade de tecidos e órgãos do corpo. Não existe nenhum tecido que não necessite de água no nosso organismo” explica.

A bebida mais consumida no mundo apresenta inúmeras funções para o organismo.A nutricionista clínica e nutrichef funcional, Adriana L. Pantaleão, aponta que a água é essencial para o bom funcionamento do corpo como um todo. Isso já começa no processo digestivo, onde a primeira etapa é o contato dos alimentos com a saliva na boca e segue para o estômago, onde há o suco gástrico e continua pelo intestino.

“Aqui, precisamos de mais líquidos digestivos contendo enzimas, que concluem a digestão e facilitam o transporte dos nutrientes, nos rins, ajudando-os a eliminar por meio da urina os resíduos e nutrientes desnecessários. Além de auxiliar no processo de emagrecimento, prevenção de doenças articulares e circulatórias, regula a temperatura corporal” conclui Adriana.

Água em excesso pode fazer mal?

Mesmo tendo benefícios para o corpo, a água em exagero pode trazer consequências à saúde. Adriana L Pantaleão adverte que o excesso pode provocar hiponatremia, que é um desequilíbrio de eletrólitos no sangue, principalmente o sódio que pode baixar o seu nível na corrente sanguínea, levando a consequências graves.

O problema pode estar relacionado, além do consumo em excesso da água, a alterações hormonais e uso de alguns tipos de medicamentos. É muito difícil um indivíduo normal que não usa medicação desenvolver a hiponatremia só bebendo água”, adverte a nutricionista.

Um dos sintomas apontados por Pantaleão são: dores de cabeça, fadiga, náusea, vômito, desorientação mental e até parada cardíaca. Lembrando que é preciso procurar um médico para que ele possa avaliar e apresentar diagnóstico sobre o seu quadro clínico.

Não gosto de água, e agora?

A hidratação pode ser realizada com outros tipos de bebida. A nutricionista Flávia N. Bueno indica os chás naturais, preferencialmente, os de cores mais claras que são uma alternativa. “Algumas bebidas como isotônicos ou água de coco podem ajudar na reidratação de líquidos e sais minerais, mas não substituem a água” enfatiza

Água para melhorar o desempenho nas atividades físicas

A hidratação correta, antes, durante e após das atividades físicas, é primordial para melhorar o desempenho. “Os músculos produzem grande quantidade de calor, a transpiração é uma resposta fisiológica que tenta limitar este aumento de temperatura. Contudo, se ocorrer perda de líquidos e esta resposta não for compensada com a ingestão de líquidos, haverá um desequilíbrio na regulação da temperatura, causando a diminuição do rendimento e podendo ocasionar algum malefício a saúde” explica Adriana.

Já Flávia N. Bueno ressalta que a água permite que os tecidos do corpo se mantenham hidratados. “Sendo assim, ela garante que seu organismo esteja em ‘equilíbrio’ e pronto para realizar atividades físicas com bom desempenho”.

Água e Atividade física em dias quentes

Com a chegada do verão, algumas pessoas ficam motivadas para buscar uma atividade física ou manter a pratica dos exercícios físicos. Mas, como sabemos, a temperatura sobe nessa estação e os cuidados precisam ainda mais de dedicação.

A nutricionista Flávia N. Bueno aconselha manter uma alimentação equilibrada eaumentar o consumo de água (cerca de 1L) durante a atividade física. Para Adriana L Pantaleão em dias mais quentes pode gerar uma dificuldade no resfriamento corporal. “Uma dica é quando se formam gotículas de água sobre a pele que não evaporam, diminuindo o rendimento físico, é necessário redobrar a atenção com a hidratação à base de água e isotônicos”.

Três malefícios de não beber água durante a atividade física

E se você ainda não se convenceu de que é superimportante beber água, a nutricionista Flávia adverte que: “A falta de água, tanto para sedentários quanto quem pratica atividade física, pode causar queda de pressão, fraqueza e tonturas. Para quem faz atividade física, esses sintomas podem ser mais intensos e permanecerem por mais tempo”.

Adriana também aponta que ao realizar atividades físicas e não consumir água, o suor não só provoca a perda de água pelos poros, mas também a perda de minerais levando a um desequilíbrio hidroeletrolítico, prejudicial para o desempenho físico e contração muscular.

“Para que isso não prejudique sua saúde, ao ponto de não conseguir treinar, é melhor começar a beber mais água. Por isso, a consulta com um nutricionista é indispensável, pois cada caso deve ser avaliado individualmente” enfatiza Pantelão.

“Uma dica é quando se formam gotículas de água sobre a pele que não evaporam, diminuindo o rendimento físico, é necessário redobrar a atenção com a hidratação à base de água e isotônicos”.

Imagem: freepik.es

Beba mais água já!

Se você tem dificuldade em beber água todos os dias, mesmo sem praticar atividade física, Flavia N. Bueno deixou uma dica muito bacana:

“Para quem tem dificuldade em começar a tomar água ou quer aumentar a quantidade de consumo, recomendo fazer aumentos periódicos em poucas quantidades. Por exemplo: aumente 1 copo americano (aprox 100ml) de água/dia durante 7 – 10 dias. Feito isso, aumente mais 1 copo pelo mesmo período até chegar ao consumo ideal” indica a nutricionista.

Nutricionista Flavia N. Bueno – CRN3/51024

Nutricionista Clínica e Nutrichef Funcional – Adriana L Pantaleão
CRN 44429
Instagram: @drica.nutri

Você também pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *