“O relógio desperta, já são seis horas da manhã. O dia vai começar e você sabe que será longo. Tantas tarefas e tantos compromissos que você já está dividida entre qual delas irá priorizar e quais podem ficar para depois. Você se pergunta por que não recebe mais ajuda com as tarefas, pensa em tudo aquilo que você não pode esquecer, mas nem anota, já que nunca conclui. Sai do transe mental, olha novamente o relógio, julga e condena aquele maldito ponteiro que não anda, mas corre. Já são seis E QUINZE da manhã!” (Trecho extraído do Livro Salto Feminino, Carina Cardarelli, pág. 49) 

“O relógio desperta, já são seis horas da manhã. O dia vai começar e você sabe que será longo. Tantas tarefas e tantos compromissos que você já está dividida entre qual delas irá priorizar e quais podem ficar para depois. Você se pergunta por que não recebe mais ajuda com as tarefas, pensa em tudo aquilo que você não pode esquecer, mas nem anota, já que nunca conclui. Sai do transe mental, olha novamente o relógio, julga e condena aquele maldito ponteiro que não anda, mas corre. Já são seis E QUINZE da manhã!” (Trecho extraído do Livro Salto Feminino, Carina Cardarelli, pág. 49) 

Conhece essa história? Claro que após a chegada dos filhos sua vida mudou completamente: suas prioridades, seu trabalho, autocuidado. Tudo fica pra depois. Até se olhar no espelho está mais difícil não somente pela falta de tempo mas também, porque pode doer. Encarar as mudanças no corpo é um luto que, para muitas, é difícil e pesado. 

Na esperança de retomar o controle da sua vida, você se pergunta como encontrar o equilíbrio entre exercer sua maternidade e cuidar da própria saúde. Você pensa nas famosas que saem da maternidade de corpo praticamente como antes, ou então na cunhada que em dois meses retomou a forma física e não sabe como elas conseguiram e você ainda não. 

Bem, eu vou te contar como isso é possível. Primeiro, seja franca e responsa às perguntas: 

Você faz atividades físicas regularmente? 

Se não faz, você ao menos acredita que ela é fundamental para sua saúde? 

Você sempre começa um programa de exercícios mas logo desanima e desiste? 

Se você respondeu sim em qualquer uma dessas perguntas, esse artigo é para você! 

Depois que os filhos nascem, é comum que as mulheres voltem sua atenção totalmente ao novo e encantador ser, isso é natural, afinal, um bebê precisa ser alimentado, higienizado, nutrido afetivamente entre tantas outras demandas. 

Essa fase de dedicação exclusiva tende a passar e liberar, naturalmente, um pouco mais de tempo para essas mães voltarem seu olhar para si. Porém, vejo frequentemente inúmeros casos em que essa retomada de autocuidado não acontecem e essas mães se percebem frustradas, alienadas e as vezes até doentes. 

Acontece que, para criar uma rotina de exercícios físicos, é fundamental ter gestão de tempo e prioridades. O dia a dia de uma mãe pode ser exaustante e são muitas demandas com os filhos, casa, trabalho, levar a escola, ajudar no dever de casa, monitorar o que assistem na tv e na internet, preparar boas refeições além dos afazeres domésticos, geralmente não sobra tempo para academia. 

Por isso, Vamos falar de vida real? 

Como fazer exercícios físicos com uma pia cheia de louças e o filho chorando que quer colo? 

Como levantar cedo para fazer uma caminhada se o cansaço te gruda na cama? 

Quem vai cuidar das crianças para você ir a academia, afinal, “você é a mãe, quem mandou ter os filhos?” 

Eu entendo o que você está vivendo porque também vivo essa realidade. Conheço os desafios e as recompensas de elaborar uma rotina mais saudável. 

Justamente por isso posso garantir que é possível sim se exercitar e cuidar dos filhos. 

Vou te contar o que funciona aqui em casa e acredito que pode fazer sentido pra você também. Faça os ajustes necessários de acordo com sua rotina e bora ser feliz. 

1. Ajuste as expectativas com a realidade. 

Não faça autopromessas que não pode cumprir. Provavelmente, você interromperá o que está fazendo para cuidar dos filhos, atender ao telefone, preparar várias refeições e lanches no decorrer do dia, tarefas domésticas. Faça uma análise realista e coloque na agenda o que de fato é possível realizar. Se tiver mais demandas do que pode assumir, a frustração vai surgir e com ela a vontade de desistir. Não caia na armadilha da mulher maravilha. 

2. Descubra o que gosta. 

Sim, porque se começar uma atividade física sem prazer, dificilmente persistirá. É muito importante sentir-se bem com os exercícios, para ter um recompensa rápida de prazer. O nosso cérebro tende a faze escolhas baseadas em recompensas imediatas. Por isso, pode ser uma estratégia de fracasso fazer aula de bike porque vai ficar com as pernas torneadas em 6 meses em vez de aula de ballet que você ama desde criança. 

3. O caminho da produtividade. 

É o maior segredo de todos e vou te contar tudo, agora: 

O mais importante é ter clareza ao definir o grau de importância de cada tarefa, priorize as que são importantes e relevantes. Quando nossa agenda está alinhada ao nosso propósito, o sucesso e satisfação acontecem naturalmente. Foque suas energias no que desperta em você um sentimento de estar no caminho certo. 

  • Liste as tarefas que são de fato relevantes para você e programe para realizar de acordo com o prazo necessário. Evite ao máximo procrastinar essas tarefas, caso contrário, elas irão para a esfera da urgência. 
  • Tenha em mente que você escolhe dizer não para pessoas ou atividades que lhe tirem do seu foco e atrapalham o seu dia. Quantos nãos você quer aprender a dizer? 
  • Delegue tarefas domésticas aos familiares, relatórios e outras burocracias aos integrantes da sua equipe profissional, leve as crianças na casa da vovó. Divida a carga, você não precisa dar conta de tudo!!!! 
  • Faça um check list da sua programação diária, é um prazer poder “ticar” cada tarefa concluída (principalmente nas aulas da academia). 

Criar filhos é o maior e o mais valioso trabalho do mundo. É fato que após se tornar mãe, a mulher agrega uma experiência em gestão muito mais aguçada da que possuía anteriormente. Ela cria uma verdadeira reengenharia de tempo, prioridade e organização. Desenvolve resiliência e perseverança, adaptando-se às situações com a mente flexível e capaz de lidar com os problemas e superar obstáculos. 

Use as habilidades que desenvolveu com a maternidade a seu favor! 

Super beijo 

Carina Cardarelli 

Master Coach 

Especialista em Maternidade e Educação dos Filhos

Você também pode gostar:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *